Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diários de uma Quarentona

EU SOU, os meus pensamentos, valores, hábitos, hobbies e tudo que faço para manter o equilibro físico e mental. Ler, escrever, música, dançar, meditar, cozinhar, estudar e tudo aquilo que me faz feliz.

Diários de uma Quarentona

Outono

Cópia de Scrapbook Writing Instagram Post Templat

Gosto tanto do verão!

Da sardinha no pão,

Das festas de S. João.

O vinho num caneco,

o melão e o calção!

Dos manjericos e os martelinhos.

O cheiro a bronzeador, nos dias de calor.

Já estava eu a "viajar na maionese", das minhas recordações de verão.

Mas está tudo bem, quando estamos bem.

O verão está a acabar, mas a vida vai continuar!

BEM-VINDO OUTONO

Com todo o seu encanto, mesmo que os dias sejam mais curtos.

A luz que carregamos, iluminará o caminho!

Mesmo que chova, (e que tanta falta faz), tenho uma casa onde me abrigar.

Saboreio o cheiro a terra molhada, enquanto observo as folhas que se libertam, voando livremente. As suas maravilhosas tonalidades.

O céu azul, que se mistura nas nuvens cinzentas e brancas como neve.

O sol que espreita tímido e nos presenteia com os seus raios dourados.

É o renovar da vegetação. Das andorinhas que emigram e tantos outros que chegam...

O sabor, a melancia, dá lugar à laranja. O mojito, transforma-se em chá de frutos vermelhos.

A vela com cheiro a canela, aquece o quarto e a manta os meus pés.

Não posso mudar as estações do ano, por isso adapto.me e tiro partido delas, da melhor forma possível.

Tudo na vida é uma questão de perspetiva. Da forma como escolhemos olhar o mundo!

O que mais te encanta no outono? 

Humanidade

Imagens Para Capas - Livros.png

Chego à conclusão de que não é apenas de amor que o mundo está carente...

É de HUMANIDADE!

São muitos os que pregam o Amor, perdão, Reciprocidade, empatia e altruísmo.

Mas são poucos os que realmente usam as palavras que vendem.

Isso sente-se na energia que emanam, na forma como se contradizem em atitudes antónimas às palavras que empregam.

Podem convencer o mundo, mas não a mim.

Eu sinto, sinto tudo e muito...

E vejo que falta um genuíno interesse em fazer o bem, em levar luz à vida de outros. Com pequenos gestos podemos fazer alguém feliz.

Colocarmo-nos, no lugar do outro, ajudar, motivar, apoiar, sem segundas intenções.

E enquanto não deixarmos de olhar apenas para o nosso umbigo, continuaremos a viver nesta epidemia de desumanidade.

Enquanto não percebermos, que não estamos aqui para competir com ninguém, para ser melhor que ninguém...

Eu quero mais é que sejas feliz, que tenhas sucesso e vivas em abundância!

POR UMA HUMANIDADE COM MAIS HUMANIDADE POR FAVOR

Adoro Música

Cópia de Scrapbook Writing Instagram Post Templat

MÚSICA!

Faz parte da mobília, do lar e de mim.
Música para dançar num festival
Música para meditar & escrever
Música para cozinhar e limpar
Para socializar, ler e simplesmente... Estar.
A música mexe comigo.
Altera o meu estado de espírito, faz.me viajar no tempo, pelo mundo, pela lua e estrelas...

Oferece.me memórias associadas a cada balada dos anos 80, especialmente Michael Bolton sempre que terminava um namoro!
O mundo ia acabar e eu acabava lavada em lágrimas
U2, Depeche Mode, Metallica, Nirvana, The Cure, Oásis, Sade e tantas outras referências que guardo com carinho da minha adolescência.
A música que ouvia com a família, também me deixou uma boa bagagem de cultura musical 🎶

Os concertos de GNR, Peste e Sida, as noites no Jamaica, com os clássicos dos anos 80 e 90.
Tão bom!
Memórias do primeiro concerto ao vivo, as primeiras festas no Alcântara-Mar e a música electrónica que me arrepia a pele e me faz levitar..
Que não se explica, sente.se
O reggae, Bossa Nova, Ska, Blues, Jazz, Disco, House music, música do mundo, com ritmo, africano, indiano, árabe!

SOMOS UMA ENORME PLAYLIST DE HISTÓRIAS 💫
Que músicas te trazem as melhores recordações?
Que mexem com os teus sentimentos!
Que te fazem rir ou chorar 🌺
Recordar e Amar 🤍

Segue.me no Instagram

Living & Writing

Writing & Living!

Cópia de Scrapbook Writing Instagram Post Templat

Na escrita SOU tão feliz!

Acordei com este sentimento de felicidade, a transbordar do meu coração.

Um sentimento de realização pessoal, a consciência de que vivo agora  a minha natureza, a minha essência.

Depois de 40 anos a vaguear, viver a correr, foi quando parei para olhar-me atentamente, que despertei para aquilo que esteve sempre diante dos meus olhos...

Mas andava distraída.

A correr, ente o emprego, as lides domésticas e a maternidade. A azafama do quotidiano e os desafios da monoparentalidade.

O lamento constante, de que o dia deveria ter 48 horas.

Não sabia eu na altura, que 24 horas chegam e sobram, para quem se foca apenas no AGORA!

Quem deixou de viver em ansiedade, sobre o que nos reserva o amanhã, ou nas injustiças e desafios do passado.

Sobre tudo aquilo que não podemos controlar, no AGORA!

Só quando uma doença profissional me obrigou a parar, senti que era altura...

Nada acontece por acaso, tudo tem uma finalidade.

Compete-nos a nós, estar atentos e despertos.

Cinco anos depois, desse trabalho de autoconhecimento e propósito de vida, sinto-me plena, em paz e harmonia com o mundo e com quem sou.

Sempre lá esteve a escrita, desde os meus diários aos 13 anos, as cartas e postais que enviava e recebia com tanto entusiasmo.

O cheiro a livros, que me fazem vibrar, a caneta que ganha vida própria, onde quer que pouse.

Sempre ao meu lado, em mim, a escrita que me liberta de amarras pesadas, que me centra no aqui e agora.

A escrita que me apresenta, antes mesmo de qualquer outra coisa...

Que me faz perceber melhor quem sou e o que sinto.

É TÃO GRATIFICANTE, fazer aquilo que amamos e nos dá prazer!!!

Todas as adversidades, tornam-se banais quando somos felizes e realizados.

Se ainda não sabes qual é o teu propósito, foca-te em descobrir, pois todos temos a nossa missão, o nosso Ikigai (razão de viver), como dizem os Japoneses.

Não o desperdices, vive-o em pleno e partilha-o com o mundo!

A vida é sobre Amar e partilhar...

Só assim faz sentido cá andar.

O que fazes com tanto amor, que até pagarias para fazer?

Para que tipo de atividade, os amigos, familiares ou colegas, pedem-te ajuda?

No que és realmente boa?

Foram estas reflexões, muita meditação e paz interior, que me trouxeram as respostas...

A Fernanda (Astróloga da família), disse-me certo dia, (ao analisar os trânsitos ativos durante o meu ano novo pessoal), uma frase que ressoa até hoje na minha mente consciente.

“Curar com as mãos”, esse é o teu propósito!

Aquilo não fez nenhum sentido na altura e andei a matutar sobre o assunto alguns meses.

Nesses entretantos, tirei formação em Reiki. Curar com as mãos, só poderia ser isso.

Fez sentido então! Sempre me disseram que a minha energia é magnética, contagiante, seria essa a minha missão?

Partilhar a minha energia com outros?

Até certo ponto seria, partilhar a minha energia, mas através das palavras, através daquilo que vivo e escrevo.

Sobre a minha vida, aprendizagens e experiências, que espero "de alma e coração", possam inspirar alguém no seu despertar espiritual

Ao refletir sobre o meu Ikigai, percebi que sempre me pediram ajuda para escrever.

Amigos e colegas a quem ajudo em trabalhos de escrita. Português e inglês, reclamações formais, email’s, curriculum e cartas de apresentação.

Sempre que alguém me pede opinião sobre determinado texto e o faço com a maior naturalidade e prazer do mundo, como se sempre tivesse esperado para escrever aquilo.

Quando a minha mãe fica lavada em lágrimas, com uma dedicatória de aniversário ou ao ler o meu livro de memórias, sinto que cumpri o meu propósito e isso dá-me uma alegria e gratidão tremendas.

Hoje partilho a minha escrita com o mundo!

Curar com as mãos é levar luz nas palavras que me saem do coração.

É poder inspirar outras pessoas a escrever sobre si e a acreditarem que não existe idade para viver daquilo que nos enche a alma.

É motivar outros a usarem a escrita, a não substituírem palavras de amor por emojis, ou cartas de amor por post’s alheios.

Ouvir a nossa voz interior e eternizá-la no papel.

Hoje sou FELIZ! 

🤍 Living & Writing!

Writing & Living 🌸

Programa de Domingo à noite

png_20220911_231654_0000.png

Chegou o meu momento preferido!

Aquele só meu, único, especial.

Depois de um banho, uma sessão de autoreiki, meditação xamânica da lua...

Limpei as energias da casa, (cheira a frutos verdes, da vela que arde na sala).

Liguei a coluna bem baixinho. Toca Smooth Bossa Nova.

⭐️partilho nos stories o link do youtu.be⭐️

Sento.me no sofá, em posição de lotús (como adoro). RESPIRO e aprecio este instante.

Degusto um livro. Daqueles inspiradores, que nos fazem sorrir e sonhar acordadas.

Daqueles, que me motivam a escrever os pensamentos, enquanto saboreio um copo de vinho e deixo.me ficar...

Isto é a FELICIDADE!

Este é um programa perfeito de domingo para mim...

Para ti, qual é o programa perfeito para um domingo à noite?

PARTILHA COMIGO 🤗🤍

E começa a praticar a tua escrita.

SÓ TUA! ÚNICA COMO TU!

 

 

 

 

CONHECIMENTO NÃO OCUPA ESPAÇO

Pelo contrário, conhecimento abre novos espaços.
Espaços que nem sabíamos que existiam dentro de nós.
Gosto de aprender sobre novos temas, nunca se sabe quando descobrimos um novo dom ou paixão.
Estamos sempre a aprender. Se estivermos dispostos a isso!
E há tanto para aprender...
Mas isso só acontece quando nos abrimos ao novo, ao desconhecido.
Quando nos superamos e desafiamos constantemente.
Quando saímos da nossa zona de conforto, daquelas tarefas rotineiras que fazemos em piloto automático.
Que apagam a nossa luz e escondem a nossa essência.

Mas não te enganes!!!

Nem sempre, tenho este entusiasmo e motivação.
É normal...
Somos humanos, temos dias e dias.
Luz e sombra...
Hormonas e fases da lua...

Por vezes apetece.me desistir...
Isto não é para mim...
Precisava de investir em formação...
- Mas digamos que a bolsa de valores não está favorável...
- Nunca vou conseguir sozinha aprender tudo o que quero e preciso!
- Deixa-te disso Mónica...
Blá blá blá!
Mas quando essa frustração, começa a fazer-se ouvir, através daquela vozinha irritante do subconsciente...
PÁRA TUDO!
Inspiraaaaaaaaa, expiraaaaaaa...

Silencio a minha mente cansada.
Conecto.me com o meu coração...
Oiço a minha voz interior...

Deixo.me ficar...

A clareza chegará, ela está sempre lá, a aguardar pelo meu silêncio...

Confio na energia e amor que coloco em tudo o que faço.

E no final, valerá tanto a pena...
A gratificação pelo nosso trabalho...
Pelo sentimento de dever cumprido.
Por ouvir dizer, "OBRIGADA POR EXISTIRES".

🌷Mesmo que agora não possas investir naquele curso xpto, que te iria ajudar no teu negócio ou desenvolvimento pessoal.
Mesmo que não seja o momento, não desistas, contorna a dificuldade.
Usa a criatividade.
Lê livros, vídeos, ebooks, workshops gratuitos.

Desistir nunca foi nem será uma opção.

Bom dia

png_20220909_000324_0000.png

wonicasilva.pt

Instagram - monica.coachdescrita

Just Love

IMG_20220906_112327_661.jpg

Bom dia!

Para hoje AMA 

Simplesmente AMA

Ama muito!

Ama com toda a tua alma.

Coloca amor em tudo o que fazes.

É essa a minha religiao...

🤍 ESPALHAR AMOR

Pois de rancor, anda o mundo cheio.

Não julgues, perdoa, não critiques,

SIMPLESMENTE AMA!

Ama a vida, o cheiro das flores, o calor do sol, a frescura da brisa. Liga a uma amiga, ao teu pai ou mãe.

Diz o quanto os amas.

AMA.TE A TI!

QUANDO NOS AMAMOS, TUDO AO NOSSO REDOR É AMOR.

O amor é simples e faz bem à saúde.

Beijo com AM❤️R

@wonicasilva.pt 

Mil novecentos e setenta e sete

20220903_091001_0000.png

Hoje, ao remexer nos meus diários antigos, encontrei um pequeno almanaque (partilho fotos abaixo), relativo ao ano em que nasci.

1977, foi um ano recheado de efemérides e que me deram ideias para escrever.

Não vou referir as tragédias, (pois dessas está o mundo cheio), mas de referir que nesta altura, Portugal tinha cerca de 9 507540 mil habitantes e regressavam  a Portugal cerca de 400 mil pessoas na sequência da descolonização em África.

Neste ano é apresentado o pedido de adesão de Portugal à CEE.

Estreia na RTP a novela brasileira Gabriela e o programa "A Visita da Cornélia", apresentado por Raul Solnado e Fialho Gouveia.

O mundo perde o talento de Charlie Chaplin aos 88 anos, mas nunca se perderá a sua obra maravilhosa.

O poeta espanhol Vicente Aleixandre recebe o Prémio Nobel da literatura.

As novidades Literárias em Portugal são;

" E agora, José?", de José Cardoso Pires.

"Cavalgada Cinzenta", de Fernando Namora.

" O Nome das Coisas", de Sophia de Mello Breyner.

Na sétima arte, estreia a Guerra das Estrelas de George Lucas e Encontros de Terceiro Grau de Spielberg.

Os êxitos musicais são;

"O Fado do Campo Grande" de Carlos do Carmo.

"Estamos vivos" de Fernando Tordo.

"Os Malteses" de Vitorino e Pigs on the Wing de Pink Floyd.

Estes são alguns dos acontecimentos relevantes há 45 anos.

Sendo que o mais importante é, (como não poderia deixar de ser), o facto de EU ter nascido!

Porque, sim, eu sou única e tenho em mim, uma história única para viver e contar.

Somos um conjunto de histórias que nos formaram, moldaram e nos fazem crescer a cada amanhecer.

Quais são as efemérides do teu ano?

Viaja pela história, pelas tuas memórias, percebe como pode ser divertido escrever sobre elas.

Sábado Feliz 

 

 

Bem-vindo Setembro

20220901_001409_0000.png

Não tenho por hábito, fazer planos para o mês. Ou sequer para o dia seguinte.
Deixo a vida fluir ao seu ritmo.
Escrevo sim, frequentemente sobre o que sinto e como quero me sentir.
Crio objectivos que me fazem manter o foco nas metas que pretendo atingir, mas sem prazo de validade.
A constante busca por conhecimento, de aperfeiçoamento pessoal e espiritual, que mantenho, todos os dias, de todos os meses.
Bem-vindo Setembro,
Que traga paz, luz e muita água...
Desejo que seja agora, que paras para te escrever ao espelho...
Sou feliz?
O que posso fazer para ser mais feliz?
Amo.me?
Quais as minhas paixões?
Começar a escrever o teu diário de memórias é uma ótima forma de iniciar o mês.
Que Setembro seja o mês de tirares da gaveta, não as roupas quentes de inverno,
Mas os sonhos que te aquecem a alma.